Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

16 homens unem-se pela igualdade de género

Na pele dela.jpg

O projecto "Na Pele Dela" reúne 16 figuras públicas que posam em cenários associados à mulher. Este projecto fotográfico surge num momento em que o tema da igualdade de género tem vindo a adquirir maior relevância na sociedade e procura contestar o papel tradicional da mulher, assumindo uma postura activa na transformação de mentalidades e atitudes.

Artistas como Albano Jerónimo, Carlão, Tomás Wallenstein (Capitão Fausto), Paulo Pascoal, Hélio Morais (Linda Martini) ou Paulo Furtado (The Legendary Tigerman) despiram-se de preconceitos, associaram-se a este projecto e ousaram reverter os papéis, deixando-se fotografar "na pele de uma ela" em contextos ditos femininos - tarefas domésticas, depilação, manicure ou maquilhagem.

As fotografias estarão em exposição de 12 a 13 e de 19 a 22 de Setembro no Todos Playground, em Marvila, levando os visitantes a questionar a representação dos géneros estereotipada ao longo da história e as construções sociais que lhe estão subjacentes. 

“Na Pele Dela” é o projecto de estreia de Maria Lopes, produtora, programadora e DJ, e de Mário César, que divide o seu trabalho entre a publicidade, o marketing e a fotografia: “Acreditamos que não há comportamentos exclusivamente femininos e queremos desconstruir a dicotomia redutora e simplificada que continua a ser perpetuada na nossa sociedade em pleno século XXI. "Na Pele Dela" pretende ser uma ode à igualdade na individualidade”, sublinham.

Para Albano Jerónimo, a filha é a principal motivação: “Tenho uma filha e lutarei sempre por um amanhã mais justo com direitos e liberdades comuns”. Hélio Morais defende que: “Quase todxs fomos educadxs de acordo com um guião com papéis muito bem definidos. Não será uma fotografia, por si só, a mudar uma mentalidade enraizada cultural e socialmente e que vem passando de geração em geração. Mas, quando nos deparamos com uma temática tão transversal e profunda como a igualdade de género, na verdade, tudo é um contributo válido para que as mentalidades possam mudar, seja uma fotografia, uma tertúlia, um debate na rádio, uma fanzine ou uma conversa de café. A divisão de tarefas ainda não é justa, é um desafio diário”.

O projeto é apoiado pela ILGA Portugal, para a qual reverterão os lucros da venda das obras fotográficas; pela Solid Dogma, que desenvolveu a identidade gráfica; pela Urban Decay, que forneceu a maquilhagem e uma equipa de maquilhadores para as sessões; pela Plateia, que prestará suporte logístico de iluminação e som na exposição; pela Gamut, que fará a impressão fine art e o acabamento das peças, com o patrocínio da Gatilho; e pela cerveja artesanal Trindade, que estará presente na inauguração com oferta de produto.

Podes acompanhar o projecto “Na Pele Dela” através das páginas de Instagram e Facebook.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.