Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Carlos Costa: “Gay? A minha vez de reagir” (com vídeo)

Carlos Costa vídeo.JPG

“Tequila” de Carlos Costa obteve um milhão de visualizações em duas semanas e, com isso, vieram também reacções: milhares de elogios e críticas negativas. Esta terça-feira o cantor decidiu publicar uma mensagem onde fala dos propósitos do seu trabalho, mas também dos insultos de que foi alvo.

 

“Até percebo que não compreendam a minha linguagem artística. Tenho de falar como Carlos e não como Carlos Costa, a personagem” começou. “É muito grave ler comentários que me tentam ofender por causa da minha orientação sexual. No fundo os gays não têm culpa nenhuma da loucura das minhas personagens. É pena que por apenas um videoclipe musical as pessoas demonstrem que ainda vivemos num mundo cheio de ódio por tudo que foge aos parâmetros considerados ‘normais’” refere o cantor.

“Quantos artistas foram homossexuais durante anos e só agora o vieram a assumir?” questiona. “Eu preferi assumir o touro pelos cornos. Compreendo as gerações mais antigas afinal não lhes podemos abrir o cérebro […], todos temos direito a uma opinião, mas afinal qual é a desculpa dos jovens da minha idade? Qual é o jovem de hoje em dia que não tem um amigo, um irmão, primo que é gay? Mesmo que eu fosse a coisa mais nojenta e repugnante à face da Terra, não sou menos do que rigorosamente ninguém. Tenho o direito à vida como qualquer um de vós.”

Vê o testemunho completo de Carlos Costa aqui:

2 comentários

  • Sem imagem de perfil

    Marilyn Monroe 03.09.2016 21:18

    Não tenho a mínima simpatia por L & P, mas citando o seu (deles) comunicado de imprensa no FB:

    "Now in 2016 they decided that "Sexually suggestive content, including partial nudity and Sexual humor" among many other ridiculous subjects are not eligible to monetization... But don't worry! We will keep doing things just the same,..."

    Pelo que parece os fulanos, manifestam o seu enfado por já não poderem ganhar dinheiro com os seus (deles) vídeos, mas (a acreditar no que dizem) vão continuar a fazê-los à mesma.
    Do mesmo se vão queixar pessoas que publicam vídeos deste tipo:
    https://www.youtube.com/watch?v=gDhF-PsDuCw

    pois segundo as novas políticas do YT deixam de ser monetizáveis vídeos contendo músicas não originais (ver apêndice que deixo no fim).
    Até dou de barato que o ativismo destes dois estarolas deixe muito a desejar. Do mesmo modo que deixou muito a desejar o programa "E se fosse consigo" sobre a homofobia, pois algum tempo depois fizeram uma reportagem sobre esse mesmo programa em que as mesmas pessoas que tanto se queixavam da homofobia (estou-me a lembrar daquilo rapazito dos Açores e de mais um caslinho de lésbicas) vieram, depois, jurar a pés juntos que após se terem assumido nesse programa passaram a ser aceite pelas famílias, que muita gente (conhecida e desconhecida) os passou a felicitar e a apoiar pela coragem de terem assumido e rebebeu pardais ao ninho. E eu pergunto-me se as coisas são mesmo assim tão cor de rosa e se o tal programa, no fim, não teve um efeito perverso e acabou por passar o mesmo tipo de mensagem que passam L & P nos seus vídeos fofinhos.
    L & P até podem ser dois mercenários sem escrúpulos, mas não me queiram convencer que quem os critica é melhor do que eles ou está muito preocupad@ com a manipulação da comunidade lgbtqi (tá bem abelha...), pois causa-me uma certa estranheza esta obssessão com aqueles dois badamecos quando (aparentemente...) ninguém reparou no mesmo tipo de manipulação feita pelo programa "E se fosse consigo".
    Mais uma vez reitero a minha indiferença e total distanciamento em relação às "mensagens" de L & P, mas façam-me o favor de não querer tomar todas as pessoas por tontinhas.

    Marilyn Monroe aka Menina Anónima Falecida Precocemente


    APÊNDICE:
    Examples of content that may be eligible for monetization

    You filmed your cat and there is no background music.
    Your video contains royalty-free music, and you can prove commercial use rights using a direct link to its terms.
    Your friend created content for your video and states in writing that you may use and make money from it.
    You created original music yourself and are not signed to a label.

    Examples of content that would NOT be eligible for monetization

    Your video has music you purchased on iTunes or content you taped off of television.
    You edit together a compilation of content created by others.
    Content with violence and/or nudity meant to shock and disgust.
  • Comentar:

    Mais

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.