Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Coronavírus: Bares, discotecas e saunas fechados. Ginásios nos Açores encerrados

Antonio Costa.jpg

António Costa anunciou esta quinta-feira à noite ao país um conjunto de medidas para conter a expansão do covid-19, que incluem o encerramento de bares, reduzir em um terço a lotação máxima de cada restaurante, limitar a frequência de centros comerciais, mas também fechar escolas e limitar as visitas aos lares de idosos em todo o país. "É uma luta pela nossa sobrevivência, pela protecção da saúde dos portugueses", declarou o primeiro-ministro.

 

Nas últimas horas, vários empresários de serviços e espaços LGBTI tomaram posições de forma a salvaguardar a protecção dos seus clientes, evitando que haja qualquer possibilidade de transmissão do novo coronavírus.

Ainda antes do comunicado do primeiro-ministro, já o Fabrik Bar no Porto anunciava “dado o clima crescente de dúvida e alarme social instalado”, o Fabrik iria encerrar temporariamente. “Vamos aguardar serenamente o evoluir da situação e quando estiverem reunidas as condições necessárias o espaço será reaberto”. Também a Norte, a Associação de Bares da Zona Histórica do Porto tinha já antes avançado que vários espaços de animação nocturna iriam encerrar, nomeadamente os de grande dimensão, em face do sentimento de insegurança causado pelo covid-19 e da ausência de informação “credível” por parte das entidades públicas.

Em Lisboa, após a declaração de António Costa, a discoteca Trumps fez saber que “antecipando normas a serem prescritas pelas autoridades sanitárias competentes, a gerência da sociedade Trumps Lda. resolveu encerrar o seu estabelecimento, com efeito imediato e até novas informações pertinentes”. Em comunicado a discoteca faz saber que “nesta crise, resultante da ora declarada pandemia, sempre aderimos a dois princípios básicos. Por um lado não contribuir para um clima potencialmente alarmista e por outro seguir todas as normas e recomendações das entidades competentes, obviamente muito mais bem informadas para tomar as medidas julgadas necessárias, de modo a garantir a saúde de toda a comunidade”.

Apesar de as saunas não terem sido incluídas na lista de estabelecimentos que mereciam acompanhamento, dois estabelecimentos de Lisboa fizeram já saber que iam encerrar temporariamente: SaunApolo 56 e Trombeta Bath. “A decisão de encerrar imediatamente a SaunApolo 56, de livre e espontânea vontade, foi feita após o comunicado do senhor primeiro-ministro, dr. António Costa, por motivos de consciência cívica e ética assim como segurança, saúde e respeito pela vida humana! Apesar desta decisão penalizar duramente esta micro-empresa, é urgente e muito importante, fazer tudo o que seja possível para travar a propagação do covid-19”, declarou Kiki Pais de Sousa. Também João Costa, responsável pela Trombeta Bath, recomenda que “todos que sigam escrupulosamente as orientações das autoridades. Obrigado a todos os profissionais de saúde por tratarem de nós”.

De notar que esta quinta-feira, o governo regional dos Açores, entre outras medidas, determinou o encerramento de cinemas e ginásios até final de Março – uma medida seguida por outros países, mas que até ao momento não foi adoptada pelo governo da República.  

 

Foto: Twitter de António Costa

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.