Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

Em Portugal e no Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Festival Política chega a Loulé

HUGO-VAN-DER-DING

Depois de Lisboa e Braga o Festival Política chega na próxima semana a Loulé, no Algarve.

Fica a par dos destaques LGBTI+ deste festival dedicado ao tema da Desinformação.

 

23 de Setembro, 21h. Cineteatro Louletano

“A grande mentira”, por Hugo van der Ding – humor

Hugo van der Ding promete uma viagem aos grandes mitos e enganos da nossa História. Uma aula ao vivo do humorista, artista e animador da Antena 3 para levar (muito) a sério. 

 

23 de Setembro, 22h30. Cineteatro Louletano

Sessão maiores de 18 – Sexo no feminino

“Tout le monde dit la chatte”, de Clémentine Beaugrand, 12′ (França)

A masturbação feminina aos olhos de mulheres de diferentes gerações. Delicadamente, apesar do desconforto causado pelo tabu da masturbação, as suas vozes dão início a uma conversa e tornam este diálogo possível.

 

“A arte do sexo”, de Matheus Ribeiro Nogueira, 20′ (Portugal)

A indústria pornográfica não é muito bem vista, principalmente pela falta de ética nas relações de trabalho e por problemas que ocorreram no passado. As personagens deste filme embarcam numa viagem para desmistificar e dignificar “A Arte do Sexo”. Sessão M/18

 

24 de Setembro, 22h30. Cineteatro Louletano

Cinema – Sessão Corpos Políticos II

“O Berloque Vermelho”, de André Murraças, 8’ (Portugal)

Um homem recebe de um amigo um berloque em forma de coração para pôr ao pescoço. Quando a jóia desaparece, o homem entra em pânico e não consegue lidar com os sentimentos que o gesto e a perda do berloque lhe suscitam. Num acto louco e sangrento, fará o impensável.

 

“O Ofício da Ilusão”, de Cláudia Varejão, 6’ (Portugal)

A arte da ilusão é esculpida com imagens de um arquivo familiar dos anos 70 e 80 e clips de som de filmes. Madame Bovary é a heroína de Flaubert e abre os anfitriões deste exercício narrativo. Com base no diálogo de Ema Paiva com o seu amigo e confidente Pedro Lumiares no filme “Vale Abraão”, de Manoel de Oliveira, entendemos a identidade de género como uma caracterização fechada dos valores sociais.

 

“O Teu Nome É”, de Paulo Patrício, 24’ (Portugal)

O olhar sobre o caso de homicídio de Gisberta Salce Jr., transexual, hiv-positiva, sem-abrigo e toxicodependente que foi brutalmente torturada e violada durante vários dias seguida por um grupo de 14 adolescentes no Porto, Portugal, em 2006. Centrado em temas como a memória, o estatuto social, a violência, a discriminação e a identidade de género, “O Teu Nome É” explora o relato preocupante de dois dos adolescentes condenados, agora jovens, e as memórias dos amigos transexuais de Gisberta, confrontando diferentes perspetivas e dimensões da condição humana.

 

“Tracing Utopia”, de Catarina de Sousa e Nick Tyson, 20’ (Portugal e Estados Unidos)

Uma viagem virtual pelos sonhos e desejos de um grupo de adolescentes queer de Nova Iorque, uma Geração Z que vê o mundo com olhos diferentes e esperança no futuro. Um filme que ilustra a importância e o poder de encontrar uma comunidade. Sessão M/16

 

“A desinformação pode pôr em causa a crença dos cidadãos nas instituições, como promove os populismos e as discriminações, e como pode afastar os cidadãos da participação na vida pública”. As palavras são de Bárbara Rosa e Rui Oliveira Marques, directores artísticos do festival, que continuam a assumir o compromisso para com o despertar do sentido crítico e da participação cívica, levando agora o Política para uma nova região do país.

O festival é de acesso gratuito, mantendo o compromisso com a inclusão - todas as sessões de cinema têm legendagem em português (incluindo os de língua portuguesa) e todas as actividades são acompanhadas por tradução em Língua Gestual Portuguesa.

Todas as inscrições devem ser feitas através do e-mail: participa.politica@gmail.com.

 

Toda a informação em www.festivalpolitica.pt

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.