Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Portugal é o destino preferido para viajantes LGBT

Créditos foto: Pedro Neves

Um novo ranking, agora divulgado pela conceituada revista Forbes, coloca Portugal no topo das preferências dos turistas LGBT. O índice é da responsabilidade do guia gay Spartacus, que oferece dicas para viajantes gays.

 

Portugal ocupa o primeiro lugar no pódio em ex aequo com o Canadá e a Suécia. 13 países - quase todos na Europa - empataram em quarto lugar, mostra o Spartacus Gay Travel Index 2019.

Este ranking classificou 197 países com base em 14 critérios, incluindo leis anti-discriminação, casamento e uniões de facto, adopção, direitos transgéneros e perseguição a pessoas LGBTI.

Num ano Portugal subiu 26 lugares no ranking. É uma das maiores subidas do ano. No extremo oposto, a situação dos viajantes LGBT no Brasil, na Alemanha e nos EUA piorou. Tanto no Brasil como nos EUA, a causa está nos governos conservadores de direita e iniciativas para revogar os direitos LGBT que foram alcançados, bem como o aumento associado de violência homofóbica e transfóbica. A revista norte-americana Forbes justifica o 47º lugar dos Estados Unidos neste ranking (uma queda de 13 lugares em relação a 2017) pela postura do Presidente Donald Trump de querer limitar o acesso das pessoas trans nas Forças Armadas. O aumento da violência contra as pessoas LGBT, a falta de legislação actualizada contra pessoas trans e intersexo e a falta de um plano de acção contra a violência homofóbica fizeram a Alemanha cair do terceiro para o 23º lugar.

Alguns dos países mais perigosos para os viajantes LGBT continuam a ser a Arábia Saudita, o Irão, a Somália e a república russa da Tchechénia, onde os homossexuais enfrentam a pena de morte apenas por serem gays.

 

Créditos foto: Pedro Neves

 

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.