Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Dezanove
A Saber

As notícias de Portugal e do Mundo

A Fazer

Boas ideias para dentro e fora de casa

A Cuidar

As melhores dicas para uma vida ‘cool’ e saudável

A Ver

As imagens e os vídeos do momento

Praia 19

Nem na mata se encontram histórias assim

Publicidade

QueerIST, a nova secção autónoma de estudantes LGBT+ do Instituto Superior Técnico 

QueerIST

Em meados de Outubro, surgiu, por parte de alguns alunos, a iniciativa de criar um núcleo de alunos LGBT+ dentro do Instituto Superior Técnico (IST), com o objectivo de proporcionar um espaço seguro a quem se sentir desconfortável com a sua sexualidade ou identidade de género, mas, também, de promover debates e mostras de cultura queer. O grupo constituiu-se formalmente no passado dia 5 de Dezembro sob forma de secção autónoma da Associação de Estudantes do IST, naquilo que constitui um passo histórico para o movimento associativo estudantil em Portugal. 

 

Na altura em que a iniciativa foi comunicada no Facebook, geraram-se mais de mil comentários, grande parte deles demonstravam desconforto e desconhecimento do público universitário sobre esta temática

Em forma de resposta às dezenas de comentários escritos por alunos universitários em que estava patente homofobia, desconhecimento e gozo, Rui Manuel Silva – actual vice-presidente do QueerIST, escreveu:

“Cada um dos comentários acima apenas legitima a necessidade de existência do grupo. Estive presente na reunião. Não havia espaço na sala para acolher mais gente. Acho que a iniciativa, só por ter existido, já era louvável, mas este dado apenas veio a corroborar isso mesmo. Um obrigado a todos”.

Clara Pereira, estudante de 5º ano de Engenharia Física é a Presidente, Rui Manuel Silva, estudante de 4º ano de Engenharia e Gestão Industrial, é o Vice-Presidente de uma Direcção que é ainda composta por mais 5 pessoas. Ao longo do ano o grupo QueerIST pretende dinamizar um vasto leque de actividades regulares que vão desde tertúlias, a sessões de cinema, participação em eventos e parcerias. Tudo em prol da visibilidade dos estudantes LGBT+ e para que se sensibilize e promova a integração de todos por aceitação e não por omissão. 

Em comunicado enviado ao dezanove.pt pode ainda ler-se: “Esta Secção Autónoma destina-se não apenas a pessoas pertencentes a uma minoria sexual ou de género, mas a todos os estudantes do IST promovendo um corpo estudantil mais culto, unido e inclusivo. Em suma, acreditamos que podemos contribuir para o enriquecimento de toda a comunidade académica do IST, acrescentando em conhecimento e informação e dando visibilidade a questões que consideramos descuradas.”

 

2 comentários

  • Perfil Facebook

    João Delgado 22.01.2018 23:20

    Esses cânticos não são exclusivos do IST
    Estudei a 3 anos no ISEL e nas praxes era muito habitual haver esse tipo de cânticos, inclusive dentro do campus e dos edifícios do politécnico.
    Ainda fiz queixa tanto na instituição, como na inspecção geral do ensino superior, mas houve um consentimento por parte de instituição, por considerar que os cânticos não era digeridos a uma pessoa ou a um grupo de pessoas em especifico.

    É muito bom ver grupos e iniciativas como estas, pois podem ser muito importantes não só para apoiar os alunos, como ajudar a mudar a mentalidade da sociadade
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog tem comentários moderados.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.